Website IRASTIS

Website “irastis.com”

          O Website “irastis.com”, divulga informações embasadas no conhecimento científico  sobre Infecção Relacionada à Assistência à Saúde (IRAS) em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e os respectivos bundles  (conjunto de medidas) para prevenção destas infecções. Visa fomentar e estimular o exercício da prática baseada em evidência para diminuir a densidade de incidência de IRAS.

            Foi desenvolvido no Programa de Pós Graduação Prática do Cuidado em Saúde da UFPR, no grupo de pesquisa Tecnologia e Inovação em Saúde (TIS) pelo mestando Eliézer Farias de Mello. As linhas de pesquisas do TIS são estudos para avaliação, desenvolvimento e aperfeiçoamento de tecnologias, tecnologias de informação e comunicação (TIC), processos, produtos, serviços inovadores para o cuidado em enfermagem, educação e saúde.

            Atualmente, o conceito de Infecções Hospitalares (IH) pode ser reconhecido como Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde, por serem decorrentes de possíveis falhas na assistência à saúde. Se caracterizam como o Evento Adverso (EA), mais frequente em Unidades de Terapia Intensiva, definido como complicação indesejada, consequente do cuidado prestado ao paciente e não se relaciona com a evolução natural da doença de base. Tal evento repercute diretamente na segurança do paciente, mostrando a fragilidade na qualidade dos serviços de saúde.

         As IRAS mais frequentes em UTI são a Infecção Primária da Corrente Sanguínea (IPCS), a Pneumonia Associada à Ventilação Mecânica (PAV) e a Infecção do Trato Urinário (ITU).  Os principais dispositivos utilizados em UTI, que favorecem as referidas infecções, são, respectivamente, o cateter venoso central, o dispositivo para ventilação mecânica e o cateter vesical de demora. Como consequência, ocasionam maior taxa de morbidade e mortalidade hospitalar, além do aumento do tempo de internação, com resultante elevação dos custos de saúde.

            Com objetivo de minimizar, cada vez mais, a densidade de incidência dessas infecções, diversas estratégias têm sido implementadas. A Agência Nacional de Vigilância à Saúde (ANVISA) e o Ministério da Saúde (MS), com base no Institute for Healthcare Improvement (IHI), apresentam alguns pacotes de medidas para prevenção das IRAS, denominados bundles. A aplicação conjunta de medidas preventivas por meio de bundles reduz as IRAS de modo consistente e duradouro. Os bundles orientam as ações que reduzem o risco de aquisição de infecções nos pacientes, possibilitando melhor qualidade assistencial.

            Na área da saúde, os websites, como ferramentas de comunicação e disseminação de informações, têm sido utilizados amplamente. Representa recurso eficiente para o compartilhamento do conhecimento científico. Têm se apresentado como meio veloz para informar, compartilhar, trocar experiências, podendo ser espaço propício para pesquisas na graduação, pós-graduação e educação continuada de profissionais. Pode servir para construção de novos pensamentos, coleta de dados em vigilância à saúde, compreensões e percepções a respeito de questões de saúde individuais e coletivas.

            A mediação tecnológica em atividades educacionais tem corroborado o processo de divulgação de informações inerentes à prevenção de IRAS. As expectativas são de que o progresso científico frequentemente favoreça a qualidade da assistência prestada, minimizando, cada vez mais, os eventos adversos decorrentes de infecções hospitalares.

            Neste contexto, foi desenvolvido o website instrucional IRAS TIS, com domínio “irasti.com”, que traz conteúdo sobre as principais infecções relacionadas à assistência à saúde, em unidades de cuidados intensivos, e os respectivos bundles que são conjuntos de medidas utilizadas na prevenção de IRAS. Seguramente, tem potencial para corroborar com a redução dessas infecções, na medida em que tais estratégias são implementadas.  Pode contribuir com benefícios para o paciente, favorecendo a segurança; com os profissionais, pois podem exercitar a prática baseada em evidência; e à sociedade, na redução dos custos ao sistema de saúde.

LINK PARA ACESSO: https://irastis.com/

WhatsApp Image 2020-09-07 at 17.31.27

WhatsApp Image 2020-09-07 at 17.29.38

WhatsApp Image 2020-09-07 at 17.31.00 WhatsApp Image 2020-09-07 at 17.30.38 WhatsApp Image 2020-09-07 at 17.30.11 WhatsApp Image 2020-09-07 at 17.29.05 WhatsApp Image 2020-09-07 at 17.28.35 WhatsApp Image 2020-09-07 at 17.27.57